Projeto 6-12-1: Relevantes Lembraças

Ao tomar sua decisão Guilherme começa a se lembrar de seu treinamento com Armed Al Kaled. Na noite em que guilherme chegara do futebol com os amigostudo mudou, ele desce as escadas de sua casa, vê sua mãe e seu pai sentados a mesa a sua espera para jantarem, Guilherme tenta sair mais ao abrir a porta sua mãe grita:

– Guilherme onde você está indo menino?

Sem saber o que falar fica mudo, e cabisbaixo. Sua mãe novamente pergunta:

– Onde é que você está indo uma hora dessas menino? O jantar já está na mesa! Você não vai jantar não?

Sabendo que sua mãe ficaria irritadíssima com seu silêncio, ele rapidamente inventa uma desculpa:

– Ah… uns amigos me chamaram pra jogar Winning Eleven essa noite mãe e eu estava a fim de ir… posso?

Sua mãe não se mostrou muito contente com a história, mas sabendo que seu filho era um bom menino resolveu deixá-lo ir. Ao sair de casa Guilherme foi correndo para casa de Armed Al Kaled, para que ele lhe ensina-se algo sobre arco e flecha, aquela imagem do cachorro com um flecha em seu corpo não saia de sua mente. Ele teria que ir bem escondido, pois se sua mãe soubesse que ele havia mentido e que havia saído de casa para ir a casa de Armed Al Kaled, ele ficaria de castigo por um bom tempo. Não teve muitos problemas para chegar a casa de Armed Al Kaled, pois todos morriam de medo dele e não havia ninguém na rua a essa hora. Ao chegar bateu a porta e esperou alguém atender.

Armed Al Kaled veio atender a porta, e quando abriu não ficou muito surpreso com Guilherme a sua procura. Foi quando Guilherme falou:

– Gostaria que você me treinasse, quero aprender a usar o arco e flecha como você.

Al Kaled antes de qualquer coisa reprimiu Guilherme dizendo:

– Eu já não disse para você ir pra casa garoto? Já te falei que depois te ensino. Guilherme então falou novamente:

– Eu já estive em casa, preciso que me ensine a arte do arco e flecha. Armed Al Kaled então sentou-se e decidiu conversar com Guilherme. Ele então contou a Armed Al Kaled que havia se impresionado com aquele habilidade dele e que gostaria muito de aprender, pois assim isso mudaria muita coisa em sua vida. Armed Al Kaled então decidiu treinar Guilherme mas antes disse-lhe algo:

– A arte de saber usar um arco e flecha não consiste somente em matar o seu oponente, consiste também em um treinamento de espírito meu jovem, e pra isso preciso saber se você está preparado. O que me diz? Guilherme então sem pensar duas vezes repondeu:

– Eu estou preparado MESTRE. Guilherme que a partir daquele momento não se chamaria mais assim, seu nome agora é Drake que significa grande dragão. Começara o treinamento de Guilherme.

_O primeiro passo para se tornanr um grande guerreiro é ter controle de espírito meu jovem. Você precisa ter domínio total de si, disse Armed Al Kaled.

Guilherme, ou melhor Drake começa seu o treinamento com tentando contralar seu espirito de tal forma que ele consiga controlar as coisas a seu redor. Armed Al Kaled lhe passa seu primeiro treinamento que seria entrar em profundo estado de consentração. Ele sente um pouco de dificuldade, a final ter o auto controle não é nada facil. Derepente Drake entra em estado de transe uma aura luminosa começa a rodia-lo e Armed Al Kaled se assuata a final de contas nenhum de seus pupilos havia conseguido tal fasanha tão rapidamente, mas Drake havia conseguido.

Ao ver que Drake não era um aluno comum seu mestre então resolve pergar mas pesado um pouco e o chama:

_Drake agora vamos treinar alguns movimentos de artes marciais, pois antes de você aprender a atre milenar do arco e flecha preciso te ensinar algumas tecnicas de luta. Drake sem objeções alguma concordou e se aprocimou. Derepente Armed Al Kaled se afasta e já volta com uma voadora em drake que sem perceber já vai ao chão, mas drake como já dito não era comum ao cair nao demorou muito para se levantar, ele sabia que tinha que atacar seu mestre mais nao sabia como, a final ele nao sabia golpe algum

Armed Al Kaled começou a provoca-lo falando coisas que realmente ninguem aceitaria ser chamado, foi quando num ato de furia Drake atacou seu mestre com um soco que ao mesmo tempo foi defendido e Armed Al Kaled virou e disse:

_Você precisa muito mais para ao menos me acertar. Armed Al Kaled com a outra mão devolveu o soco, mas para sua surpresa Drake tb defendeu o seu soco, e virou para seu mestre e falou:

_O senhor tem toda razão mas eu aprendo facil. Logo em seguida já lançou sua perna na barriga de Armed Al Kaled que sem muitos problemas foi ao chão, Drake sem pensar duas vezes já foi logo pra cima do seu mestre que se esquivou voltando dando-lhe um soco que acertou em cheio na cara, que também foi ao chão sem muita dificuldade.

Armed Al Kaled ao ver o grande esforço de seu aluno que apesar de machucado queria levantar e lutar virou pra ele e disse:

_Você é um bom aluno, Resistente, agiu, corajozo, você provou ser digno dos mesu ensinamentos, passou em dois dos meus testes coisa que a muito tempo ninguem conseguia, parabéns. Drake ficou muito feliz e sorriu para Armed Al Kaled que estava muito contente com seu aluno.

_Vamos passar agora para seu treinamento com o arco. Armed Al Kaled foi até uma sala logo atraz da que eles estavam treinando e buscou aquele arco e aquelas flechas que tanto empresionaram Guilherme ou melhor Drake no momento em que ele viu Armed Al Kaled salvar sua vida, o grande arco dourado e poderoso estava logo ali na sua frente e ele teria a grande chance de tocalo. Armed Al Kaled pegou o arco e disse:

_A arte de se usar um arco nao é muito complicado, basta você sentir o arco em suas mão sentir que a direção da flecha é realmente o que você com toda a sua força e sentimento quer realmente acertar e concentrar todo seu poder nesse sentimento e… Derepente Armed Al Kaled acerta um alvo bem ao fundo da sala, no meio certinho. Drake fica total mente empresionado, ele sabia que aquilo seria seu destino, foi quando Armed Al Kaled lhe passou o arco e disse:

_Drake agora é sua vez. Drake pegou o arco ainda meio sem jeito e tentou posiciona-lo para atirar, pegou uma flecha colou-a no arco e derepente… A flecha nem ao menos no alvo acertou. O mestre de Drake vendo aquela situação lhe falou novamante para sentir o arco em suas mão e direcionar a flecha com todo seu sentimento, foi quando Drake ao colocar a flecha no arco, olhou bem no alvo, sentiu aquele poder pulsar em suas veias e zuuu, a flecha atingiu o alvo bem no centro. Armed Al Kaled ver que seu pupilo havia acertado o centro do alvo com tal facilidade percebeu que não havia mais nada para se fazer a não ser dar realmente os parabéns para Drake.0

F oi quando Guilherme ou melhor Drake escutou novamente sua mãe à tosir na la em baixo na cozinha e se despertou de suas lembranças, mais decidido ainda em continuar com a ideia de matador de aluguel…

P.S.: A continuação eu deixo por conta do nosso companheiro Fred…

Publicado em março 13, 2008, em Projeto 6-12-1. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: