Monstros, anjos, e morcegos

Olá Pessoal!

Primeiramente quero expressar minha felicidade ao entrar hoje no blog e descobrir que outro de meus saudosos companheiros decidiu ressurgir das cinzas e voltar a postar. Já estava começando a acreditar que estava sozinho no universo. Enfim espero que ele faça posts mesmo…

Bom neste final de semana assiti a três filmes. Dois muito Bons, outro pessimo. Batman o Cavaleiro de Gothan, Cloverfield e Gabriel. Este ultimo é o péssimo. Para terem uma ideia eu nunca dormi assistindo filmes, dormi neste.

Pois é vamos por ordem. Primeiro vi os curtas de Batman O Cavaleiro de Gothan. Na série de seis curtas o Homem morcego é recriado sob o ponto de vista de seis roteistas e diretores diferentes. Não vou falar de cada um aqui muito para não estragar a surpresa. Mas na minha opinião os dois primeiros e o ultimo são incriveis e bem feitos. Suas ideias e simbologismos são até melhores que o novo filme do Batman! Muito bom e criativo. recomendo, principalmente aos fãs e aqueles que detestaram o novo filme (sim tem gente que não gostou, embora poucos apresentaram bons argumentos para isso)

https://i1.wp.com/movies.clevver.com/fullphoto/87205/500/950/batman-gotham-knight-movie-poster-1.jpg

O segundo, no mesmo dia, foi Gabriel. A ideia do filme é simples. O purgatório (que acho todo mundo deve saber o que é né?… Ta bom, o lugar pra onde as almas vão para se puricar quando não estão tão puras pra entrar no céu, ou tão fudidas para cair no inferno, sei que pode ser inutil mas sempre tem alguém que num sabe) é disputado por anjos e anjos caidos que lutam pelas almas semi impuras. Os anjos estavam levando a pior depois de sete arcanjos, inclusive o fodão Miguel terem sido derrotados pelos caidos. A ultima esperança para o local é Gabriel que vem para salvar as pessoas. Pois é no início pensei que o filme poderia render umas coisas boas, uns sete capetas pro cara matar, cada um representado de forma discreta os sete pecados, embora isso não seja descarado e muito bem usado. Mas depois do encontro com Moloch (em cinco muinutos de filme) percebi que o filme queria ser uma coisa que seu orçamento estava longe de permitir.

https://i1.wp.com/www.aullidos.com/imagenes/caratulas/gabriel.jpg

O filme tem vários defeitos, um deles, e mais gritante é o roteiro, mal acabado, mal finalizado, mal interpretado e com um final bem podrinho. Os efeitos especiais são dignos de novelas da Rede Globo e as interpretações dignas de Malhação. Enfim sou muito suspeito para falar de filmes de anjos, pois alem de ter um conhecimento acima da média sobre o assunto, sou apaixonado pela trilogia Anjos Rebeldes que pra mim fica difíciul de ser superada e que Gabriel tenta copiar sem qualquer sucesso.

Por ultimo, o melhor dos três, Assite a Cloverfield. O filme é o bom e velho “vamos pegar um cliche imenso e mostra-lo de uma forma nova?”. Esse é seu trunfo. A ideia do filme é simples e brilhante. Misturar Bruxa de Blair e Godzilla. e os diretores se sairam bem, o roteiro tambem ajudou bastante. A humanidade, dos personagens principais, o medo deles é muito bom. Não conheci nenhum dos atores do filme por isso a verossimilhança da ideia pegou. Embora o filme siga certos cliches inevitáveis, como a cidade ser Nova York, o exercito ser burro e destrutivo e os personagens darem sempre de cara com o monstro apesar do imenso tamanho da cidade, são erros aceitaveis diante do restante do filme. E claro bons efeitos especiais. Gostei muito.

https://i2.wp.com/www.collegecandy.com/wp-content/uploads/2008/05/24/cloverfield.jpg

Bom é isso gente inté mais

P.S. O melhro de tudo dos curtas do Batman é que eles tem uma certa cronologia e ligações

P.S. gostei do Monstro de Cloverfield por ele não parecer uma criaturas terrestres.

P.S. Os filmes bons do Godzilla são os daquele popozudo japonês. A versão americana foi um droga, transformaram o lagartão numa iguana gigante transsexual e transformaram os filhotes dele em velociraptors genéricos.

P.S. O grande Problema do Gabriel é que no final tem aquela, revelação bombastica que todo mundo já esperava. Bom acho que era isso já que cochilei em 70% do filme

P.S. Se por acaso Cloverfield fosse filmado de forma tradicional estaria aqui fazendo criticas duras a falta de originalidade do filme justamente por causa daqueles cliches inevitáveis que citei no post.

P.S. Por que tudo acontece em Nova Yorke? Quer dizer que tal um monstro destruir Los Angeles ou extraterrestres destruirem Chicago. Até as plantas assassinas de Shymalan no pavoroso Fim dos Tempos acabaram primeiro com Manhathan.

P.S. Já dá pra pensar em uma briga no Vs Game entre o monstrengo de Cloverfield e Godzila….

Publicado em agosto 11, 2008, em 35mm e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: