Um Perfeito Chato

Olá pessoal!

Cá estou eu para mais uma análise sobre cultura pop. Hoje vou copiar uma pauta de uma revista que gosto muito (apesar de o preço dela ter aumentado de forma assutadora) a Dragon Slayer. A Dragon fala de Rolling Playing Game (RPG) e mostra vários lançamentos, ela é escrita pelos maiores autores do genero do Brasil, e pra mim, os caras mais fodas na literatura de fantasia do país. Além disso eles tambem escrevem sobre dicas de criação de personagens e histórias. Na última que eu li foi feita um matéria que chamou muito a minha atenção, nela falaram de como evitar criar personagens principais perfeitinhos, sem defeitos e completamente chatos.

A Idéia da materia era concientizar o jogador de RPG, mas acho que é pertinente falar de seu conteudo pois vemos os “perfeitinhos” o tempo todo na cultura pop. Então irei sintetizar o conteudo da materia. Um personagem , principalmente um protagonista tem que vencer o mal, tem que derrotar o vilão e assim nos deixar felizes e sartifazidos. Mas o grande problema e quando o autor se coloca no lugar do personagem e começa a deixa-lo perfeitinho, sem problemas para fazer isso. Um personagem que tem como resolver todos os problemas, que tem poderes capazes de tirálo de qualquer situação, que tem conhecimento necessário prara saber tudo que é forte, rápido, inteligente, bom de briga e sabe até fazer tricô caso isso seja necessário para salvar o dia deixa de ser interessante, ele passa a ser um chato. Personagens assim tiram a graça da historia, todos os desafios se tornam incrivelmente chatos. Eles tiram a graça das batalhas que deveriam ser empolgantes e defíceis, ele nunca é pêgo de surpresa, ele nunca é preso, nunca é derrotado ele SEMPRE vence, ai toda a graça da historia vai pro saco.

https://i1.wp.com/www.pheistyblog.com/wp-content/uploads/2007/06/chuck-norris-0021.jpg

https://i1.wp.com/www.superstartimes.com/uploads/2007/04/jet-li.jpg

https://i1.wp.com/novo-mundo.org/log/wp-content/uploads/jack-bauer-rio-de-janeiro.jpg

https://i2.wp.com/www.lahiguera.net/cinemania/actores/steven_seagal/fotos/1913/steven_seagal.jpg

Os chatos tambem não tem defeitos, e possuem historias picaretas como por exemplo, ele é perseguido pelas forças do mal por ser o membro de um familia de lutadores invencíveis e o escolhido de uma profecia onde ele é o escolhido (e assim ainda mais invencivel, e sim repeti o escolhido pra mostrar o quanto ele é escolhido) para salvar o mundo. Ou ele viu sua mãe ser morta por forças do mal e agora busca vingança e tambem é o escolhido para salvar o mundo do mal. Esses personagens não tem defeitos ou desvios de conduta pacivos de todos os humanos e seus problemas são estilosos, charmosos.
Personagens assim são reflexos de autores que parecem ter problemas de auto estima e criam super herois fodões que todos devem amar para suprir a necessidade de afeto…

Estes acabam com a graça da historia pois todos os outros personagens, e até a trama em sí, se for boa, fica relegada a segundo plano e perde o brilho pois o sujeito resolve tudo!

Por exemplo, Alice em Resident Evil (sim vou aproveita-la de novo hehehe). No ultimo filme ela era invencivel, era forte, rápida, inteligente, tinha poderes pisíquicos, sabia usar qualquer arma, sabia o que qualquer inimigo era capaz de fazer e claro, era mais poderosa que o vilão. Os zumbis que deveriam ser os inimigos do filme se tornaram inúteis. O vilão que deveria ser um grande inimigo foi derrotado facilmente, os outros personagens serviram só de comida pra zumbi e pra mostrar como ela era muuuuuito mais foda do que eles.

https://i2.wp.com/www.moviesonline.ca/movie-gallery/albums/Resident_Evil_3/ResidentEvil3-3.jpg

Agora um bom exemplo de personagem que faz sucesso por ser esforçado e não por ser foda. Naruto. Naruto é um pentelho, fracassado, que queria ser o hokage para assim conseguir respeito, que não possui. Ele é orfão, não sabe o que houve com seus pais e esta sempre tentando provar algo, suas tentativas de provar ser digno o colocaram em situações embaraçosas e perigosas várias vezes, ele é um pouco burro, mesquinho e até covarde as vezes, afinal todos tem medo. E isso que é o charme da historia, em contraponto temos o Sasuke que é o classico perfeitinho, que o autor parece ter feito questão de torna-lo mau para assim o Naruto poder chutar o traseiro dele. Mas mesmo o Sasuke tem seus defeitos como orgulho, egoísmo e medo. Como podem ver a formula do sucesso não é o super heroi fodão, semi Chuk Norris, é o personagem mais próximo da realidade onde o espectador pode se identificar com ele.

https://i1.wp.com/wallpapers.narutoimagens.com/wp-content/uploads/2008/02/narutowallpaper213-1024.JPG

Enfim Quando escrevo minhas historias (sim escrevo minhas historias, tenho um bando de projetos que meus amigos estão querendo me matar para tirar do papel…) sempre penso primeiro em criar personagens menos fodões e mais humanos com defeitos, problemas e ações menos manequeístas. Penso em doenças, manias, defeitos, coisas que os deixam mais humanos, sem exagerar é claro pois tambem não tem graça o personagem que deve enfrentar o mal não ter as duas pernas e os dois braços ser surdo e cego de um olho, alem de ser covarde, egoista mesquinho e zoófilo. Espero que não faça chatos no caminho.

Quando li a materia me lembrei de um amigo aqui do blog que adora criar chatos. Ele sempre preza mais pelos poderes e esquece que uma boa historia não é só um bando de raios e armas poderosas, tem tambem o lado humano e do roteiro. Canço de falar isso com ele mas não parece adiantar…

P.S. Full Metal Alchemist é um exemplo exelente de historia bem feita com personagens interessantes que naõ se firma em poderes e ação. Mas o final da série foi decepcionante, nem o filme lançado depois como verdadeiro final salvou. Fiquei chateado uma semana quando vi que o autor quis inventar demais onde bastava um clichê pra deixar os fãs felizes.

https://i0.wp.com/i230.photobucket.com/albums/ee130/dekamentor/full-metal-alchemist.jpg

P.S. Dragon Ball perdeu o foco quando o Kame Hame Há se tornou mais importante do que as esferas do dragão

P.S. Frodo por exemplo, é pequeno e frágil mas tem que salvar o mundo. Que graça teria se ele fosse fodão e o poder do anel não o afetasse?

P.S. Bruce Lee derrotou Chuk Norris certa vez, ou seja ele consegue ser mais foda que Chuk!!!!

P.S. Quer um exemplo prático, quem fez mais sucesso? Bruce Willis com seu Jhon Mclain machucado, boca suja e ferrado de Duro de Matar ou Steven Seagal com sua renca de fodões de todos os seus filmes?

Publicado em outubro 8, 2008, em Nonsense e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Vim, vi e estou aqui comentando, Luz.

    Mande brasa e persevere: aprender só acaba quando a gente acaba.🙂

    Um abração do seu Ex-Mestre e Semideus Zulu, também conhecido como o Yoda do Acarajé.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: