Arquivos do Blog

Guerra Civil (parte 3): Declínio do Personagem ou Desvairio do Editor?

Olá Nobres Amigos! Seguindo a proposta de falar sobre os personagens principais da Guerra Civil venho trazer o meu favorito: O Homem Aranha!

Pois bem, como todos sabem na Guerra Civil um bando de heróis explodem uma escola e isto da força pra criação de um registro de heróis. Agora falemos da participação do teioso na trama. Movido pelo desejo de proteger Mary Jane e Tia May o cabeça de teia resolve se tornar um Vingador (mas isso acontece bem antes da Civil War), esta fato é importante lembrar porque no meu ponto de vista soa como má fé do Homem de Ferro. Nosso querido herói deixa de ser aquele cara ferrado, duro e cheio de problemas normais na cabeça para se tornar um cara estável e até mesmo vazio.

Pouco antes da Guerra o Tony Stark começa a fazer sua aproximação nefasta em Peter. Até uma nova roupa super estranha foi criada pelo enlatado. Uma armadura vermelha e dourada (as cores serem a mesma do Homem de Ferro não é coincidência) o Homem Aranha usou durante os combates da Guerra.

E o que ninguém esperava aconteceu. Para demonstrar que realmente apoiava o Tony, o Peter Parker se desmascara em rede nacional. Esse ato provocou um abalo na sociedade de heróis nos leitores fiéis a série. Alguns são contra, outros a favor. Sinceramente acho que o suicídio criativo ainda está por vir (estou fazendo referência aos desdobramentos da vida do herói que ainda não chegou ao país).

A melhor parte e que marca a virada em favor do esquadrão anti-registro comandadas pelo Capitão América (pq até então eles estavam tomando uma surra), foi a mudança de lado do Balançador de Teias. Ele após muito refletir e mastigar um dilema familiar resolve lutar pela liberdade! A parte onde ele enfrenta o Tony é um clássico!

Lutando na clandestinidade o personagem ganha em emoção. A família Parker tem de se esconder em moteis fuleros. O perigo ronda enquanto ele quebra o pau com seu antigo patrão. Sabendo o que vêm por ai pode-se dizer que isto tudo era para acabar com a vida de casado dos Parker. O Editor Chefe da Casa das Idéias (leia Marvel) é embirrado com o fato de Peter ser casado. Considerando um erro editorial, Joe Quesada manipulou o rumo da vida do herói para tirar Mary Jane Watson de sua vida. Não entendo tal decisão, já que Peter é um CDF, magrelo, desengonçado e rejeitado socialmente que casa com uma Super Modelo mega gostosa. Detalhe a se pensar é que o público leitor em sua maioria se encaixa nesta descrição! É uma forma de realização indireta destes quatro-olhos leitores de quadrinhos!

ps: Spoiler pouco é bobagem neste post! RSRS

Guerra Civil (parte 2): A morte da lenda

Olá Nobres Amigos! A muito venho tentando escrever sobre os personagens principais da Guerra Civil como havia prometido. Para começar a galeria escolhi o Capitão América. Por que ele? Porque ele morre no final! Você deve estar me chamando de pdp por revelar esse spoiler, mas convenhamos num é novidade pra ninguém.

Um parentese rápido antes da Civil War. Nos EUA isso já aconteceu faz alguns meses. Lá foi até notícia nos jornais. Anunciada como crítica aos políticos de lá, já aqui no Brasil isso aconteceu mês passado meio sem alarde.

Vamo a Guerra. É preciso dizer que em toda a série o Capitão está em sua melhor forma. Logo no abrir da série ele foge espetacularmente do Aeroporta-aviões (sic) da Shield. Mas ao ler suas revistas que fizeram parte do mega evento é possível perceber um Steve Rogers cansado e questionando o sentido de tudo. Ele começa a duvidar se o povo americano que ele tanto ama o quer como símbolo da liberdade. Mas uma coisa é perceptível vários personagens prestam reverência ao combatente. Homem-Aranha, o Justiceiro (sendo que esse toma uma surra do Capitão e nem esboça reação), os políticos americanos e uma penca de pequenos heróis. Confesso que não percebi tal movimento ao ler do decorrer da série. Percebi após ler sobre a morte e fazer um balanço de tudo.

Um monte de momentos de angústia e quebra pau depois… (vou falar do final da Guerra Civil então para ler selecione o texto abaixo que ele aparece

Selecione para ler por que o que vem é spoiler dos brabos… Após várias mega batalhas o grupo liderado pelo Capitão vence. O Homem de Ferro está estirado no chão prestes a ter a cabeça arrancada do pescoço pelo escudo do bandeiroso. Mas algo acontece… a população se volta contra o Capitão e o impedem de matar seu oponente antes amigo. Ao perceber a reação do povo contra si resolve se entregar. Assim a Guerra foi vencida por quem perdeu. Quem venceu não ganhou. Nisto o Capitão é levado a julgamento, mas, na porta é atingido por três tiros morrendo no hospital.

O importante a ressaltar é que assim como a DC matou o Superman e foi um sucesso a Marvel conseguiu também sucesso com a morte de uma de suas maiores estrelas. É válido lembrar que o combatente estava perdendo o fôlego. A história dava sinais de cansaço já que Steve Rogers estaria completando este ano 91 anos! As motivações na Casa das Idéias só eles mesmo é quem sabem. Mas o que sabemos é que a escolha do Soldado Invernal (ele mesmo o Bucky Barnes, seu parceiro mirim que retornou dos mortos) como substituto vai agradar muita gente. Já que o personagem tem uma pegada mais agressiva que o bandeiroso.

É preciso esperar pra saber se Steve Rogers morreu mesmo ou é só uma maneira de vender revistas. O que se sabe é que o Capitão América continuará vivo seja na pele de quem seja.

Guerra Civil Marvel: O quê e o porque (Parte 1)

Como citado no post anterior vamos falar do Mega Evento da Marvel “CIVIL WAR” ou simplesmente no Brasil “GUERRA CIVIL”. Nos EUA a série fez um estrondoso sucesso. No Brasil não foi diferente. Foram sete revistinhas especiais contando os eventos principais do confronto. Mas na realidade o arco inteiro é composto por 103 histórias esparramadas em todas as revistas da editora. Particularmente eu esperava uma chacina de heróis, coisa para esvaziar a Marvel. Inocência a minha. Sem querer contar mas já contando (olha o spoiler ai! se não quiser saber pule para o próximo parágrafo) morrem apenas figurantes e alguns vilões pequenos. Mas uma grande estrela morre no desfechar da série.

Vamos a história em si… Era uma vez… rsrs… Uma ação dos Novos Guerreiros dá absurdamente errada morrendo um monte de gente em uma explosão de uma escola. Aí não resta outra coisa a fazer do que o registro dos heróis pela Shield. Isto inclui treinamento e pagamento de salários pelo governo estadunidense. Aí começa o papo do bem e do mal, liberdade e honra, essas coisas. O importante a saber é que de um lado fica Tony Stark, o Homem de Ferro e do outro Steve Rogers, o Capitão América. O enlatado apoia o governo no registro, já o velho combatente defende a liberdade dos heróis. Formam-se grupos e o pau quebra. Após alguns imensos combates a coisa se resolve. Para agradar a todo mundo o lado que ganha não vence (complicado isso… mas leia a série e entenda).

 Por DarKaiser “Magal”

Ps.: Como o evento é muito importante para o futuro dos heróis (e sua audiência para nós é tão ou mais importante) vamos dividir o assunto por personagens. Aguardem que vamos trazendo um a um os cabeças da Guerra e o que acontecerá no futuro!