Arquivo da categoria: 1

UM POST DE POTTER

JÁ QUE O MEU EXEMPLAR DE “A CABANA, WILLIAM P. YOUNG” TAVA DEMORANDO PRA CHEGAR, EU RESOLVI DAR UMA FOLEADA EM UMA BELA TRINCA: ANIMAIS FANTÁSTICOS E ONDE HABITAM, OS CONTOS DE BEEDLE O BARDO E QUA DRIBOL ATRAVÉS DOS SÉCULOS TODOS DE J.K. ROWLING. LEITURA OBRIGATÓRIA PRA QUEM LEU OS SETE LIVROS DA SÉRIE DE HARRY POTTER E EU NÃO TINHA DADO MUITA ATENÇÃO POR SER UMA LEITURA RÁPIDA DE LIVROS BEM PEQUENOS. CONSEGUI LER OS TRES EM APENAS UMA TARDE DE FOLGA.beedle

NESTES TRES ANEXOS, ROWLING TENTA (E CONSEGUE) COMPLEMENTAR O SEU UNIVERSO PARALELO DE MAGIA. COM UMA INCRÍVEL QUANTIDADE DE DETALHES E DOSES GENEROSAS DE BOM HUMOR, A AUTORA CONSEGUE TRANSPORTAR O LEITOR PARA O FASCINANTE MUNDO DA MAGIA.

EM UM DOS CONTOS DE BEEDLE, A AUTORA FAZ IMPORTANTES MENÇÕES SOBRE AS RELIQUIAS DA MORTE  QUE NÃO FORAM CITADAS NO SÉTIMO LIVRO DE MESMO NOME.quadri

COM ESTA TRES INTERESSANTÍSSIMAS OBRAS, J.K. ROWLING VEM MAIS UMA VEZ PROVAR ESTAR NO MESMO PATAMAR DE TOLKIEN. NÃO DE CRIATIVIDADE, É CLARO, PORQUE NESTE QUESITO TOLKIEN É INSUPERÁVEL, MAS DE ACEITAÇÃO DO PÚBLICO, COMO DISSE ANTERIORMENTE SOBRE STEPHENIE MEYER.anima

PRA QUEM FICOU CURIOSO MAS NÃO TÁ AFIM DE DESEMBOLSAR PRA TER ESTES TRES ANEXOS, FICA A DICA DE BAIXÁ-LOS DIRETAMENTE DA NET.

 

OS CONTOS DE BEEDLE, O BARDO http://e-book-gratuito.blogspot.com/2009/05/download-os-contos-de-beedle-o-bardo.html

 

QUADRIBOL ATRAVÉS DOS SÉCULOS http://www.4shared.com/file/20504433/795d2949/Quadribol_Atravs_dos_Sculos.html

 

ANIMAIS FANTÁSTICOS E ONDE HABITAM www.4shared.com/…/Animais_Fantsticos_e_onde_habitam.html

Anúncios

Nem só de pão vive o homem…

Esse é bom 

 No começo (Crepúsculo), tava tudo meio muito romântico, pré-adolescente demais, e vou confessar que não botei muita fé não. Bella tava mais frágil que uma taça de cristal no meio de briga de torcida rival. Eduard tava parecendo alguém que ganhou um vinho de presente e tava guardando pra festa de fim ano. Jacob era do tipo que só estava lá pra fazer número, encher espaço nas páginas…

Ah fio! Ma s a coisa mudou “de-com-força”!!! Depois de tantos altos e baixos de Lua Nova  e Eclipse, aquela coisa toda de mordo-ou-não-mordo,cachorro ou morcego, universidade ou imortalidade…o bicho pegou geral! Eduard resolveu abrir o vinho (com saca-rolha e tudo) e sem dúvida, Amanhcer veio consagrar Meyer e deixá-la no mesmo patamar de Tolkien (Senhor dos Anéis) e Rouling (Harry Potter).

O ápice da parte final da narrativa se dá no encontro dos Cullen, já tendo Bella com seus upgrapes, com o clã dos Volturi(e êzé us cara fio). Definitivamente a melhor passagem de toda a série. E isso sem sequer mencionar o aparecimento de personagens como Benjamin e Zafrina que já fizeram valer pagar o ingresso.

Sem dúvida vale a pena ler esta série que já é disparado um sucesso mundial.

E pra quem tiver meio sem grana pra bancar o livro, fica a dica de poder baixá-lo pelo site http://e-book-gratuito.blogspot.com/2009/06/download-livro-amanhecer-breaking-dawn.html

A próxima crítica será sobre o livro A Cabana | William P. Young.

A Cabana

Quem é o mestre?

Olá!

Coincidentemente, após eu fazer algumas referências a “O Último Dragão” não é que vão fazer um remake do filme!? Pois é cá estou eu feliz e sartifazido pois é um dos filmes toscos mais legais que já vi, um clássico de minha infância e um cult de uma geração que poucos conhecem. A semiótica dentro deste filme é muito interessante e reflete várias facetas do cinema dos anos 80.

https://i2.wp.com/i92.photobucket.com/albums/l22/renatobad/renato2008/OUltimodrago-Capa.jpg

Então você mais novo, ou desinformado, ou mais culto pergunta: Que diabos de filme é esse? Então faremos uma pequena recapitulação. O filme narra a história de “Bruce” Leroy, um garoto negro que luta para sobreviver nas ruas de Nova Yorky e é estudante de artes marciais, com um velhinho chines é claro (na verdade o mestre dele é um cara usando uma maquiagem muito tosca de velho). Fã de Bruce Lee (inclusive para usar as roupas dele… na rua… até aqueles chapeuzinhos de palha… que eu nao lembro de ver em nenhum filme do nosso querido Bruce…) ele acaba se envolvendo com uma estrela pop e seu empresário inescrupulso. No meio desta bagunça também temos, o melhor do filme, Sho Nuff, o Shogun do Harley, que quer enfrentar Leroy para descobrir quem é o fodão da vizinhança.

https://i0.wp.com/images.quebarato.com.br/photos/big/8/0/78880_4.jpg

https://i2.wp.com/www.anos80.com.br/filmes/ultimo_dragao/ultimo_dragao_leroy_laura.jpg

Junte a tudo isso, o irmão mala de Leroy, (e põe mala nisso você fica torcendo para alguem espanca-lo o filme todo) aquele pequeno ator que interpretava o Pequeno Mestre, um amigo babaca do protagonista que gera algumas piadinhas e claro muita musica que era a regra nos anos 80. O melhor é o final do filme é a batalha decisiva com o Ki de Letoy e Sho Nuff gerando explosões na tela. Isso mesmo o KI! Com direito a (spoiler, se quiser ver o filme pule esta ultima frase) pegar uma bala da revólver com os dentes!!!

http://100grana.files.wordpress.com/2008/05/shonuff.jpg

Pois é esta loucura toda será refilmada, e Samuel L. Jackson já se confirmou como o novo Shogun do Harley. Vamos ver. Sobre o papo de semiótica? Bem comecemos pelo contexto do filme em si. Ele, foi feito em 1985, o ator principal negro faz parte da grande geração de “dragões negros” que surgiu nos anos 70 com  a explosão do kung fu fighting e como ele foi lançado em 85 talvez o Ultimo dragão do título se refira ao fato de ser o ultimo filme do genero. Nos anos 80 os negros começaram a ganhar papeis de destaque no cinema hollywoodiano o que até então era raro. Chegava a ser lei ter pelo menos um negro no set, o que era uma forma de mascarar o racismo. Havia muita música no filme pois os anos 80 era muito pop, cheio de dança e música em vários filmes, muitas vezes sem sentido. Sho Nuff mostrav auma certa ignorância amreicana já que ele lutava kung fu, mas era o “Shogun” que é japonês o que rmete ao mesmo problema dos ninjas americanos onde basta ter os olhos puxados que é tudo igual.

Bem espero que o filme seja tão ruim quanto o primeiro, para assim ser tão bom quanto o primeiro. é esperar pra ver.

P.S. O penteado black powe japa de Sho Nuff pagava o filme.

https://i0.wp.com/www.joemande.com/wp-content/uploads/2007/09/shonuff.jpg

P.S. As explosões de Ki de Leroy usava aqueles efeitos de luz dos anos 80 beeeeem toscos, mas eram o máximo na época.

P.S. “Quem é o mestre?” é a frase que Sho Nuff repetia pra Leroy, muito bom o efeito de video clip da madona quando Leroy esta vendo suas lembranças dentro do tonel de agua enquanto Sho Nuff repetia isso pra ele. A resposta? “Eu sou o mestre!” retruca Leroy

https://i0.wp.com/img.quebarato.com.br/photos/big/8/0/78880_2.jpg

P.S. Deus disse Que se Faça a Luz, Chuck Norris respondeu, Peça por favor, Bruce Lee retrucou, fica na sua branquelo.

P.S. Pra quem não sabe o Pequeno Mestre era um seriado onde um garotinho chinês dava porrada em todo mundo.

P.S. Me falaram que o ator que fez Leroy é o Tank de Matrix um… Ele parece mesmo o que seria mais uma referencia dos irmãos Washowski.